quinta-feira, 11 de fevereiro de 2010

Agora sim, na América Latina

Agora sim no Verao!
Mudámos de estaçao de um dia para o outro e estamos todas contentes:)
Que bom é voltar a usar sandalias e passear â noite de t-shirt!
Mal chegamos ao aeroporto, informaram-nos que teriamos que arranjar 2 pesos em moedas para poder viajar no colectivo. Foi um filme. Ninguem, em nenhuma lojita, nos arranjava as benditas moedas. Teve que ser a senhora do balcao de informaçoes a faze-lo em segredo, dizendo "vamos fazer de contas que isto nao aconteceu". Mal sabiamos nos que estavamos a conhecer de perto um dos dramas desta cidade: a luta por moedas para poder andar de autocarro. Nao imaginam a quantidades de buses em mau estado que circula diariamente por estas ruas, expelindo um fumo muito preto! Muita gente os usa, mas todos tem que arranjar moedas para colocar nas maquinas, a qual nao aceita notas. Entao, todos os dias é uma ginastica nas compras para conseguirmos ficar com algumas. E mesmo assim, ja tivemos que ficar refens da boa vontade de dois motoristas que tiveram pena de nós e nos deram uns trocos, ou fizeram um desconto :)
Vou tentar contar resumidamente tudo o que ja fizemos até agora.
Chegámos na segunda, completamente rotas, depiois de uma viagem longuíssima, com escala na cidade do Mexico.
Fomos acolhidas pela Núria e o Marco, dois artistas que habitam em BsAs ha um ano. Conseguimos arranjar um espacinho para colocar os sacos-cama, pelo meio das telas do pintor. É apertadinho, mas é bom estar aqui com eles. Já nos contaram imensas coisas sobre a Argentina e já nos deram valiosas dicas para passear.
Já visitamos o Museu de Belas Artes, que possui obras fantasticas de grandes nomes a nivel mundial e também nacional. Nesse dia fomos atacadas por uma praga de baratas voadoras que estava concentrada perto das luzes de um grande edifício. Devem imaginar como corremos ligeiras, apesar dos sacos das compras, apesar dos pés doridos. Panico!
Ontem mirámos a fachada da Casa Rosada, onde trabalha a Cristina. por acaso nao havia nenhuma manifestaçao na altura, apenas uns cartazes. Tambem andamos no metro (aqui Subte) mais antiga da Sud América. Todo em madeira. "Riquíssimo!".
Em Buenos Aires sê porteño! Ontem à tarde passeamos pela Costanera (o único troço da cidade onde existe algum - mínimo - diálogo com o Rio da Prata e está bastante largada ao abandono) e bebemos uma Quilmes no calçadao. Depois abancámos na relvinha do parque de Palermo e a Clau tocou o seu didge :) Os porteños adoram apropriar-se tambem dos espaços publicos. So fomos interrompidas neste nosso momento zen devido à chegada de nuvens negras que ameaçavam chuva forte.
Seguimos entao para o Bar onde o Marco esta a pintar um mural e conhecemos a movida da zona.
Buenos Aires tem fama de Paris. Nao concordo. Caminhando pela Recoleta, um dos bairros mais ricos da cidade, percebemos que ali há poder de compra, está tudo arranjadinho. Mas de resto a cidade manifesta muita pobreza (principalmente visível com os meninos de rua) e traduz uma economia que ainda recupera da grande crise de 2001. É impressionante ver o trabalho dos cartoneros. Sao aqueles que vão à noite pela cidade, abrindo todos os sacos do lixo para poder sacar o cartão para vender. As ruas ficam cheias de detritos e o cheiro é muito mau.
Ainda nos falta conhecer dois bairros emblemáticos - a Boca e San Telmo. Creio que vamos gostar muito dessas duas zonas, uma popular, outra intelectual, ambas certamente um pouco decadentes :)
Por enquanto, ja estamos a adorar!

11 comentários:

sandra disse...

sol!! yeahhh!!! =D mandem pra cá mais uns raios de vez em quando!!! beijos!!

Vitor Santos disse...

Paris? Estou a ver. Um Rio de Janeiro um pouquinho melhor. Mas atenção que o Verão não chega à Patagónia. Preparem os "kispos"!

André Aires disse...

Aixx! Espectacular!! Preparem-se que a meio da viagem vou ter com vcs! Beijos

murmúrio disse...

XXIIII...quero ver isso André!!!
É sem dúvida uma grande cidade...e com tanta coisa ainda para contar!!!! nno próximo post vamos tentar dar ainda mais pormenores!!!
Entretanto ficam saudades de todos vós....

Inês disse...

Vem ter connosco ao Chile!! Que tal o dia dos meus anos? Começa a pensar a sério nisso a partir de dia 17 ;) Ainda te digo qualquer coisa nesse dia! Vais brilhar!

Inês disse...

Ah e claro que temos os "kispos" preparados ;) na segunda-feira vamos ja partir para Sul e brevemente confraternizaremos com os pinguins. Mas entretanto soube bem esta transiçao tropical :)

Anónimo disse...

calor... aqui chuva e frio! broncas de escutas e providências cautelares contra publicações em jornais (SOL).
iluminem e aqueçam os nossos dias com as vossas aventuras.

(o tomás já está virado!)

beijinho

Anónimo disse...

calor... aqui chuva e frio! broncas de escutas e providências cautelares contra publicações em jornais (SOL).
iluminem e aqueçam os nossos dias com as vossas aventuras.

(o tomás já está virado!)

beijinho

Montana disse...

Estou a seguir a vossa viagem.
Inveja (da boa).
Beijinhos
Graça (mãe da Sara).

Racas disse...

Cláudia, toca o didge da próxima vez que enfrentarem uma praga de baratas voadoras! Ou será que elas ainda gostam e faz o efeito contrário?? LOL ;p Continuação de boa aventuras!

múrmurio disse...

Lindo!!! Tomás ao ataque!!!